Você está aqui: HomeEquipe IT PortalPing-PongA profissão de TI perdeu o encanto

A profissão de TI perdeu o encanto

Na opinião de José Parolin, formado em administração de empresas pela FGV, com Executive MBA pela BSP, a profissão de TI não oferece mais o encanto que ela possuía nos anos 70 e 80.

E porque será que isso aconteceu? Parolin, explica o seu pensamento:

José Parolin – “Havia muito de inusitado em TI e muito campo para crescer. Hoje, a área tem que ser vista de modo diferente. O mundo evoluiu; a Internet e a popularização da tecnologia tornaram a área um pouco menos atraente para os profissionais mais jovens, já que atualmente é possível estar ligado à tecnologia sem ter que atuar na área. Existe, também, uma competição grande em outras áreas, como tecnologia de alimentos, sustentabilidade, medicina entre outras, em que a tecnologia é muito necessária e você não precisa ser um profissional do nosso segmento. A terceirização também trouxe muitos desafios, principalmente para países com um custo menos competitivo, o que diminui o número de opções de entrada no mercado.

IT Portal - O que é necessário ser feito?

José Parolin - Talvez trabalhar na educação das pessoas, esclarecendo o que o mercado corporativo necessita e aí ajustar um pouco as expectativas dos jovens que iniciam carreira.

Parolin está há 22 anos na Cargill, grupo global que produz e comercializa internacionalmente produtos e serviços alimentícios, agrícolas, financeiros e industriais. Na empresa, ele é líder global de TI para aplicações da Cargill Inc., que atua em 68 países, cinco continentes, em que se distribuem seus 159 mil funcionários. Sobre o seu trabalho na empresa, ele conta:

José Parolin –Trabalhamos com uma equipe abrangente. Sem contar os terceirizados, temos 300 colaboradores espalhados pelo mundo todo. As maiores localidades são Minneapolis (EUA), Amsterdam, Cobham e  Mechelen (Europa), Cingapura e Malasia (Asia), Buenos Aires e São Paulo (América Latina).

Atualmente estamos em um momento de transição, promovendo a padronização de processos de negócios em âmbito mundial. Isso significa uma mudança importante para a empresa, que vai sair de ERPs regionais para um ERP global. Também vamos mudar de plataforma, saindo do JDEdwards  para o SAP. Este é um projeto global e começa pela América do Norte. Isto vai fazer que também mudemos a infraestrutura para suportar o SAP. Estamos centralizando os data centers e alguns processos de TI, que estão sendo terceirizados. Começamos já há algum tempo a adoção de ITIL  e vamos continuar o projeto mundialmente.


IT Portal - Quais as tecnologias que predominarão em 2010?

José Parolin - Esta pergunta é muito interessante. Não sei se a minha bola de cristal está em dia. Eu acredito que haverádiversos projetos na área de BI (Business Inteligence), com diferentes motivos, dependendo de cada empresa, tais como entender os clientes, preparar a empresa para um mercado diferente, antecipar tendências de consumo, entre outros.

Outra tecnologia, que já é realidade e vai estar na pauta de todos é o  “cloud computing” com certeza.  Outsourcing (ou terceirização de serviços) vai continuar sendo uma maneira de focar a empresa. Imagino que vamos ver mais BPO  na área de outsourcing dado a necessidade de reduzir custos. Entretanto,  a infraestrutura e aplicações continuarão importantes.

Outra preocupação que vai estar na cabeça dos CIOs são as redes sociais e como integrar a empresa com segurança neste mundo novo. Não vamos nos esquecer da Green TI. Não sei se conta como tecnologia, mas vai ter muita atenção nos próximos anos.


IT Portal - Qual livro de TI ou Negócios que está lendo, ou leu? O que lhe chamou mais atenção na obra?

José Parolin - O último livro que li foi “Monge e o Executivo”, de James Hunt. Gostei muito da maneira como a liderança é abordada, ou seja, no sentido de servir às pessoas. Também recomendaria “Uma breve historia do Mundo”. É um livro interessante porque narra um balanço sucinto da história da humanidade. Boa leitura.

IT Portal - Quais as principais publicações sobre TI que mais lhe agradam?  Cite em ordem de preferência.

José Parolin - Eu leio diversas mas poderia citar a InformationWeek, Info Corporate e CIO magazine. São as que mais eu acompanho.