Construindo uma abordagem estruturada para redes industriais

O vínculo entre a tecnologia e o crescimento futuro é mais forte do que nunca e apenas as companhias que constroem o melhor modelo de negócios serão as mais competitivas e mais rentáveis. 

Leia mais...

Qual a situação atual da internet?

O papel da internet mudou nossas vidas radicalmente desde seu início até hoje. Desde o primeiro e-mail em 1971, a criação do primeiro site em 1983, a chegada ao primeiro milhão de usuários no mundo em 1998, até a atualidade.

Leia mais...

As Lições da Copa das Copas para o Marketing Digital

A Copa das Copas é brasileira, mas não por conta do futebol. O consumidor é que foi o grande responsável pelo sucesso do campeonato, e as marcas que souberam abraçar a torcida no momento certo foram as grandes vencedoras.

Leia mais...

Classificando a pilha de Software para a Internet das Coisas

A "Internet das Coisas" é um termo abstrato que abrange tecnologias e negócios diversos. Para acabar com a confusão, o termo auxilia a termos uma taxonomia que ajuda a classificar e descrever um conjunto de objetos.

Leia mais...

Quanto tempo falta para o Brasil virar adulto no e-commerce?

Você já reparou num adolescente? Seu corpo pode parecer desproporcional, com braços e pernas compridos demais. Seu comportamento varia da responsabilidade do adulto em alguns temas, para o contrário em outros, onde impera a impulsividade e visão da realidade pautada por prioridades erradas e objetivos que não fazem muito sentido, além do foco excessivo no curto prazo.

Leia mais...

Quatro pilares para um Feliz Natal no e-commerce

Passado o Black Friday, que vem se consolidando como uma das principais datas do e-commerce no Brasil, e que faturou mais de R$ 700 milhões em 2013, é hora de focar sua loja nas vendas de Natal, a maior movimentação do comércio online. No ano passado, as vendas alcançaram R$ 3 bilhões.

Para colher os frutos das festas de fim de ano, é fundamental que a loja aplique algumas das lições da “sexta-feira negra” em relação à competitividade, infraestrutura e relacionamento com o cliente. É um período de concorrência extrema, no qual o e-commerce com a melhor reputação, qualidade no serviço e bons preços larga na frente. Um “Feliz Natal” para a loja online depende, basicamente, de quatro pilares:

Relacionamento – Uma venda bem feita inclui também um serviço de pós-venda. Se o cliente comprou no seu e-commerce durante a Black Friday ou em outra ocasião, mantenha contato para oferecer novas oportunidades para as compras de Natal. Antes de mais nada, identifique se ele teve algum problema, resolva e ofereça compensações, como descontos ou frete grátis. Para isso, é imprescindível fazer uso de uma plataforma de CRM, que por sua vez não pode ser considerada apenas um software, mas sim uma solução estratégica.

Divulgação e Experiência – A demanda é ainda maior no período de “festas”, então tente atrair também quem não participou do saldão e ainda não é cliente, sugerindo produtos de seu interesse e promoções especiais de Natal. Utilize as redes sociais diariamente para apresentar dicas de presentes e anuncie em mídias relevantes. Além de ofertas, tente trazer conteúdo junto ao produto para destacar seus benefícios empíricos. Imagine que o produto a ser vendido seja um shampoo. Mais do que o preço, mostre que um grande artista também faz uso dele, fomente influenciadores e estimule a experiência. Atualmente, apenas 5% dos e-commerces possuem Blog, ao passo que esse tipo de página já representa 38% dos 2.2 milhões de endereços ativos registrados no Brasil, segundo pesquisa da Big Corp. Não se trata de uma tendência, mas de um fato consumado que deve estar incurso nas estratégias de qualquer varejista.

Preços competitivos – O consumidor do Natal é bastante heterogêneo, há quem aproveite a data para comprar presentes mais caros e elaborados, outros buscam itens com boa relação entre custo e benefício para presentear toda a família. Independentemente do perfil, a maioria do público pesquisa por preços durante todo o mês, aliás,, 61% da decisão de compra de um consumidor de e-commerce passa pelo preço, segundo pesquisa da Rakuten, e portanto, é imperioso que a loja esteja sempre competitiva perante a concorrência. Ter os concorrentes monitorados e agir com dinamismo sobre qualquer oportunidade, seja de preço ou falta de estoque, faz parte da gestão de uma loja virtual, e para que esse trabalho seja menos penoso, já existem plataformas que exercem tais funções, otimizando tempo, custo e mão de obra.

Logística – Presente de Natal atrasado não tem graça! Ninguém quer ficar de mãos abanando nessa data especial, então somente prometa prazos que sejam possíveis de cumprir com a sua estrutura interna e logística. É melhor surpreender o cliente com uma entrega antes do tempo estimado, do que atrasar o prazo estabelecido. Isso evita que a sua marca seja exposta de forma negativa e ainda promove o bom e promitente relacionamento com o comprador.

(* )CEO da Precifica, plataforma brasileira de Precificação Inteligente e diretor de métricas e monitoramento da ABComm.

Deseja abrir um e-commerce? Invista no atendimento ao consumidor

Um bom planejamento é fundamental para a abertura de qualquer negócio, e no e-commerce não é diferente. O investimento inicial de quem deseja ter sucesso no comércio eletrônico deve ser realizado de forma estratégica, pois cometer erros nessa etapa pode ser fatal.

Leia mais...

O futuro dos jornais

Todo mundo sabe que os jornais (e veículos impressos em geral) estão passando por um momento difícil em função principalmente da internet. Eu sou usuário de Internet desde os primórdios da rede no Brasil em 1995, mas sou assinante de jornal até hoje.

Leia mais...

Estratégia de Mídia Digitais e Performance

Cada vez mais, mídias digitais estão atreladas ao conceito de performance, afinal, não se pode mais gastar o dinheiro do cliente sem saber o que realmente será feito com ele. Quem paga por um serviço cobra diariamente a performance das suas campanhas, questiona por que o Google tem um ROI X e não 2X, o número de cliques do banner na home do portal, ou, ainda, se o anúncio do Facebook não poderia gerar mais curtidas.

Leia mais...

A relação no segmento farmacêutico via Internet

Brasil, quinto maior país em extensão do mundo. Dentro dele estão dispostos mais de 5,5 mil municípios, que abrigam 60 mil farmácias e drogarias, o que coloca o mercado farmacêutico como o maior do planeta em termos de presença, segundo o Conselho Federal de Farmácia (CFF).

Leia mais...