Construindo uma abordagem estruturada para redes industriais

O vínculo entre a tecnologia e o crescimento futuro é mais forte do que nunca e apenas as companhias que constroem o melhor modelo de negócios serão as mais competitivas e mais rentáveis. 

Como resultado disso, vemos muitos processos e sistemas de Automação Industrial passando por grandes transformações, como no caso dos controladores conectados, computadores, controle de movimento de alta velocidade, câmeras e dispositivos de energia que podem ser controlados via Ethernet.

Cerca de 160 mil novos pontos de Ethernet Industrial estão sendo conectados todos os dias e até 2018 estimativas mostram que 100% dos dispositivos nas instalações industriais estarão compartilhando dados.

Com a evolução da importância da rede industrial, o projeto, as especificações, a instalação e os testes para os sistemas de cabeamento de rede Ethernet Industrial requerem uma análise mais detalhada. 

Existem várias metodologias de cabeamento para aplicações industriais, mas o mundo de TI adotou a norma para cabeamento de telecomunicações para ambientes industriais TIA-1005-A e o protocolo Ethernet dos escritórios está também migrando para os ambientes industriais e chegando inclusive até o maquinário.

Contudo, é preciso entender o enfoque baseado em arquiteturas e normas para instalações industriais para evitar a adoção de uma infraestrutura errada, que impeça a expansão da rede, e assim contar com uma rede que minimize os riscos de segurança e esteja pronta para crescimento futuro.

Planejamento da rede para suportar demandas futuras

No longo prazo, as redes físicas devem viabilizar um sistema de trabalho mais inteligente, evitando a mentalidade de retirar, substituir e construir uma infraestrutura para rede IP Industrial que as algumas empresas instalaram equivocadamente no passado.  

Esse tipo de planejamento deve incluir vários aspectos chaves como informática industrial, conectividade sem fio e a nuvem, acesso remoto, mobilidade, gestão de energia e segurança.

Existem metodologias comprovadas para o cabeamento estruturado que podem oferecer uma visão pontual de implementações em ambientes industriais e como construir uma rede apropriada nesse tipo de instalação. 

Esse novo enfoque avalia a necessidade da empresa e adota as melhores práticas de projeto para uma melhor confiabilidade do sistema com a meta de obter uma Base de Negócios Unificada. 

(*) Gerente territorial de contas de Automação Industrial da Panduit do Brasil 

(1)Pesquisa de I.H.S. Global/IMS Research.